Artistas tribais confiam no plano de Jender Lobato para administrar o Caprichoso

Artistas tribais confiam no plano de Jender Lobato para administrar o Caprichoso Notícia do dia 07/08/2019

 

Cuidard dos colaboradores de forma humanizada, profissionalização, organização administrativa do boi, com plano de trabalho em busca de gestão eficiente. Esses são alguns dos compromissos propostos por Jender Lobato aos artistas tribais, do Ateliê Dodó Carvalho, em reunião na noite de segunda-feira, (05/08). O grupo confecciona fantasias de tribos indígenas, composições de alegorias, indumentárias de itens individuais, tuxauas, vaqueirada, lamparineiros e Marujada de Guerra.


O candidato à presidência do Boi Caprichoso ouviu várias colocações feitas pelos profissionais como a necessidade de atenção, respeito, valorização da mão de obra, liberdade de criação e condições de materiais. “Essa reunião foi muito proveitosa e deu para perceber que a proposta do Jender não é de promessa. Eu acredito nas palavras dele e, com certeza, a nossa valorização vai chegar. Está na hora de darmos uma renovada e valorizada na questão artística, pelo lado humano, que o Boi Caprichoso precisa e merece”, avaliou Deilson 


Na opinião de Juraci Modesto, o Caprichoso é grande em todos os sentidos e o projeto de Jender Lobato corresponde as expectativas dos artistas. “Ele vai ser o presidente desse boi. Queremos liberdade de criação, com o conhecimento de onde trabalhamos e buscamos os materiais. Será bom a gente ter um presidente atuante que conheça todas as áreas do boi, ouça os segmentos e participe junto conosco. É esse o presidente que esperamos. O Jender vai colocar uma nova fórmula de trabalho e voltaremos a criar. Estamos satisfeitos em saber das suas ideias”, explicou.


Enison Rodrigues, o Cebola, acredita que 70% dos itens depende do trabalho desse grupo. “Somos artistas profissionais e experientes. Estamos confiantes na vitória do Jender. Com certeza, ele será o futuro presidente e pode contar com a nossa ajuda, nosso talento. O boi tem muito a ganhar com ele. Essa reunião foi muito transparente e nesse grupo estão os melhores artistas de figurinos do festival de Parintins. Tribos, vaqueirada, tuxauas, composições, itens individuais, marujada, por exemplo”, ressaltou.


Mário Oliveira revelou o sentimento de sócio, torcedor e de amor à profissão de artista, ao apontar à Jender pontos a serem reajustados dentro do boi. “Essa conversa foi exatamente para colocarmos alguns pontos e afinarmos todo um projeto para darmos sequência a esse plano vitorioso do Caprichoso. Perdemos esse campeonato esse ano, mas o Caprichoso se apresentou digno de um boi grande, campeão, como todos viram. Falamos ao Jender no sentido de melhorar futuramente o que já é bom para ser melhor amanhã”, frisou.


De acordo com Ary Carlos, a parceria com Jender Lobato visa melhorias e humanização do trabalho. “É o que encontramos nele que, com certeza, vai ser um excelente presidente. Pela experiência jurídica e nas gestões do boi, ele sabe como para resolver os problemas e não gerar prejuízos futuramente ao Festival Folclórico de Parintins. A meta dele é administrar o boi, diante das dificuldades, dos processos, com uma gestão eficiente. O Jender entende e propõe aos artistas fazer esse boi grandioso, com o pé no chão”, enfatizou.

 

Assessoria Jender Lobato

Veja Mais

Das Antigas