Homem que matou estudante a facadas morre após ser atingido por tiro em Parintins 

Homem que matou estudante a facadas morre após ser atingido por tiro em Parintins  Notícia do dia 07/01/2020

 

 

Em Parintins, o Kemerson Barata, que era conhecido como Baratinha, morreu duas semanas depois de ser atingido por um tiro na região das nádegas. 

Ele chegou a ficar alguns dias internado no Hospital Jofre Cohen, mas recebeu alta medica para se recuperar em casa.

 

So que ele sofreu uma infeção no ferimento, demorou para procurar atendimento e morreu ao retornar à unidade de saúde.

 

O “Baratinha” já foi preso por roubo, tráfico e homicidio.

 

De acordo com a Polícia Civil, em 2016, durante uma tentativa de roubo, ele matou o estudante Mateus Menezes, de 17 anos de idade, quando o adolescente voltava do colégio em uma bicicleta elétrica. 

 

Na época, a morte do estudante, filho do presidente da Associação Carnavalesca de Parintins, causou comoção na Ilha. 

 

“Meu irmão não fazia mal pra ninguém, só era cheio de sonhos, tinha muitas amizades boas e uma família que o amava muito. Artista de mão cheia, desenhista, escultor, pintor e perfeccionista”, declarou a irmã do estudante, Glenda Natasha.

 

Baratinha também é o autor do assassinato do jovem Renato    Brandão, em 2007.

 

Por Geandro Soares/ParintinsPress

Veja Mais

Das Antigas