Delegado de Maués destaca primeiras informações sobre morte de jovem perdido na mata

Hudson tinha Síndrome de Down e seu corpo foi encontrado em área distante da área habitada

Delegado de Maués destaca primeiras informações sobre morte de jovem perdido na mata Divulgação Notícia do dia 13/07/2020

 

A morte do jovem Hudson George Menezes de 28 anos de idade, após 15 dias, perdido na mata da zona rural de Maués causou comoção em Maués AM e na tarde desta segunda-feira o delegado civil Rafael Smith falou sobre as primeiras impressões relativas ao caso.

 

Segundo o delegado que deu entrevista ao repórter Alexandre Vitor, tudo indica que Hudson, que tinha síndrome de down morreu por inanição pela falta de alimento ou água. Até o momento segundo o delegado, está descartada suspeita de assassinato visto que não há marcas de violência. 

 

 

"Um investigador foi até o local e disse que ele estava morto em posição fetal, sem marcas de violência, e possivelmente teria morrido por desidratação e inanição. O corpo dele foi recolhido, levado ao hospital para atestar a morte, fazer os trâmites. Apesar de trágico, este caso teve um desfecho", disse. 

 

Rafael Smith falou que o corpo de Hudson foi encontrado a cerca de 50 minutos da área habitada e em uma região que não foi acessada pela equipe que se mobilizou para o resgate de Hudson. 

 

"A gente ouviu todo mundo. Fizemos acareações, não houve inconsistências", concluiu. 

 

Márcio Costa/AmEmPauta

Com informações de Alexandre Vitor

Veja Mais

Das Antigas