ASSISTA: Médicos falam sobre a possível variante do coronavirus em Parintins

Profissional afirmou ter consultado uma paciente que recentemente esteve na França, país vizinho ao Reino Unido, onde recentemente foi descoberta uma cepa do Coronavírus, mais contagiosa

ASSISTA: Médicos falam sobre a possível variante do coronavirus em Parintins Oziel Sousa e Alberto Figueiredo Notícia do dia 13/01/2021

 

A mudança no perfil dos pacientes que hoje estão internados no hospital Jofre Cohen, unidade referência para o tratamento de coronavirus em Parintins, tem chamado a atenção dos médicos atuantes no município. O agravamento do quadro clínico de pacientes jovens e a maior transmissibilidade do vírus, são apontadas pelos médicos Oziel Sousa e Alberto Figueiredo como possibilidades claras da nova variante do coronavirus está no município.

 

Ainda não há conclusão científica sobre a ciruculção da mutação em Parintins, mas a suspeita aumenta a cada atendinmento. 

 

Nesta terça-feira, 12, Parintins bateu o recorde mais uma vez, em número de pacientes internados, 93, destes 86 com covid-19 confirmada e outros 7 suspeitos. 

 


Ambos profissionais conversaram com site AmEmPauta e em comum nos dois depoimentos está a observação da quantidade expressiva de pacientes novos com quadro agravado rapidamente, necessitando de intubação, incluindo indo a óbito. No começo da pandemia, a grande maioria de pacientes graves estavam acima de 55 anos. 

 


Para Alberto Figueiredo, nessa nova fase de elevação de casos a incidência de casos graves em pessoas até abaixo de 30 anos e sem fatores de risco é assustador. "A gente tem visto pessoas com baixa idade e sem fatores de risco que passam a desenvolver uma doença grave", disse. 

 

 


Paciente que esteve na França


O médico cardiologista Oziel Souza desconfia que a cepa do coronavirus identificada no Reino Unido, com maior potencial de transmissibilidade esteja em Parintins.  Disse que recentemente consultou uma pacientes que esteviveram na França, pais vizinho ao Reino Unido. 

 


"Atendi alguns pacientes vindos da Europa contaminados e a probabilidade de terem passado para os pacientes aqui da ilha é muito grande. É o número enorme de pacientes, é um virus mais agressivo, é uma variante do vírus covid e agora em pacientes mais jovens", ressaltou. 

 

 

 

Alberto Figueiredo e Oziel Souza reiteraram a importancia das medidas de prevenção e das açoes da Prefeitura de Parintins no combate aos efeitos da pandemia, 

 

 

Márcio Costa/ AmEmPauta

Veja Mais

Das Antigas