UEA concede antecipadamente outorga de grau para mais 33 alunos de Medicina

UEA concede antecipadamente outorga de grau para mais 33 alunos de Medicina Foto: Erison Rodrigues Notícia do dia 26/01/2021

"O fato de estarmos sendo formados em meio à maior crise sanitária do século XXI, além de nos dar a grande oportunidade de responder a um chamado público e essencial perante a crise, também ressignifica o valor do nosso diploma". a afirmação é do orador da 29ª turma do curso de Medicina da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), André Thierry do Nascimento Brasil. A universidade seguiu a programação das colações de grau especiais para alunos dos cursos de saúde e concedeu, antecipadamente nesta terça-feira (26/01), a outorga de grau para mais 33 alunos do curso de Medicina.

 

A medida está fundamentada na Resolução 002/2021 CONSUNIV-UEA, que considerando a Lei Federal 14.040 e a Resolução 034/2020 do CEE-AM autorizou os estudantes da área de saúde que alcançaram 80% da carga horária total dos seus cursos a terem abreviada a duração de seus cursos. Os novos profissionais estarão a partir de hoje disponíveis para atuarem no enfrentamento ao novo coronavírus e complementarão por 180 dias as suas atividades no Sistema Único de Saúde (SUS).

 

Na oportunidade, o Reitor da UEA, Cleinaldo de Almeida Costa, destacou para os novos médicos a importância da dedicação a profissão e a compaixão com o próximo em todos os dias do exercício da Medicina. "Vistam o jaleco para servir, esse é o papel da médica e do médico na comunidade. Outra coisa importante, a compaixão. Essa é uma palavra que tem que está escrita no coração do profissional de saúde. Que a gratidão e a compaixão norteiem a vida de vocês. Vocês serão responsáveis pela construção da realidade aos seus redores. Vamos à luta com toda coragem e fé. Vida longa à 29ª turma de Medicina da UEA", disse o reitor.

 

A Pró-Reitora de Ensino de Graduação da UEA, Kelly Christiane Silva de Souza, disse que neste momento o sentimento da Gestão Superior é de orgulho. "Vocês aceitaram o desafio de salvar vidas. O bônus da decisão de vocês em anteciparem a colação de grau é a vida, e que isso inspire outras pessoas. Precisamos entender que ainda é possível salvar vidas e ter esperança. Isso nos renova como seres humanos. Vocês são o nosso orgulho", pontuou.

 

O orador da turma, André Thierry do Nascimento Brasil, completou dizendo que "Estar aqui hoje, nessas condições tão adversas, ressignifica cada êxito ao longo da nossa jornada. Hoje fazemos parte de algo maior, algo grandioso, que é de servir ao povo com cuidado e atenção necessário para a manutenção da vida. Que possamos ser luz, esperança e aqueles que pregam a ciência baseada em evidencias e que promovem através da educação a defesa do SUS para o proveito máximo que a nossa população merece. Somos parte de uma instituição que foi criada para suprir os anseios do nosso Estado", concluiu.

Texto: Gerson Freitas/ASCOM UEA

Veja Mais

Das Antigas