Corpo de empresário de Parintins vítima do coronavírus será cremado, em Manaus, diz Wilson Lima

Esposa da vítima, também com Coronavirus segue em tratamento em Manaus, sem gravidade

Corpo de empresário de Parintins vítima do coronavírus será cremado, em Manaus, diz Wilson Lima Notícia do dia 25/03/2020

 


O governador do Amazonas Wilson Lima em atualização sobre o coronavirus no Amazonas, há poucos instantes, falou que o corpo do empresário de Parintins Geraldo Sávio, de 49 anos, morto em Manaus nesta terça-feira em decorrência do coronavirus, será cremado na próxima semana. A cremação foi um pedido da família, porém ainda não há como realizar o procedimento em Manaus. 

 

O governador que conversou com a viúva, que está em tratamento em Manaus, e sem gravidade, afirmou que possivelmente na próxima semana o crematório estará preparado. 

 

"Conversei com a família e por entendimento e desejo da família, é que o corpo seja cremado. Porém aqui no Estado do Amazonas ainda não temos nenhuma estrutura pronta para crematório. Essa estrutura que é da empresa privada, não é do Governo do Estado. Conversei com o dono desse espaço, que me garantiu que daqui a uma semana, possivelmente quinta-feira que vem, esse crematório estará pronto. O compromisso que temos com a família é que este corpo ficará conservado. Funcionando o crematório o corpo será levado para esse crematório", garantiu Wilson Lima. 

 

A viúva está em quarentena e  isolada. A situação dela não é grave. A Anvisa orienta que em casos de vítimas fatais, preferencialmente os corpos sejam cremados. Na impossibilidade de cremação dos corpos devem ser isolados e enterrados. 


Márcio Costa/ AmEmPauta

 

 

Veja Mais

Das Antigas